Mundo dos Famosos

[Famosos][bsummary]

Notícias

[Notícias][grids]

As Mais Pedidas

Músicas
Artistas

Classificação Brasileirão

Série A
Série B
Série A

Série B

Campeonato Brasileiro ainda não começou!
Publicado em domingo, 26 de março de 2017

Frigoríficos fecham as portas no Acre pós-repercussão da “Operação Carne Fraca”

Ao menos dois frigoríficos acreanos fecharam as portas essa semana, após a operação Carne Fraca, da Polícia Federal. A informação é da Federação da Agricultura do Acre (FAEAC), que confirmou serem essas empresas exportadores da carne do Acre para outros países. O Peru, que tem fronteira a menos de 450 quilômetros de Rio Branco, é um dos países que deixou de comprar a carne vermelha do Brasil.
Na verdade, segundo a instituição, esses frigoríficos não estão ligados à investigação da PF, mas fecharam as portas por consequência da operação que tem retardado o comércio da carne vermelha brasileira, causando, em menos de uma semana, um prejuízo bilionário tanto ao governo, quanto às industrias que trabalham com a proteína animal.
Segundo o presidente da Federação de Agricultura, Assuero Veronez, os consumidores acreanos podem ficar tranquilos quanto à qualidade da carne produzida no Estado. Essa foi a resposta dada pelo gestor frente à Operação da Polícia Federal, que balançou o comercio brasileiro e internacional. “Consumidores do Acre podem ficar tranquilos. A carne do Acre é excelentes, os animais são bem cuidados e os frigoríficos são ótimos”, destacou.

Entenda

A Operação Carne Fraca foi deflagrada pela Polícia Federal (PF) na última sexta-feira, dia 17, para apurar suspeitas de irregularidades na produção de carne processada e derivados, bem como na fiscalização do setor. Segundo a PF divulgou inicialmente, fiscais sanitários liberariam a venda de produtos sem a devida fiscalização, bem como o comércio de carnes com prazo de validade expirado e com a adição de substâncias para mascarar a qualidade das carnes.
A repercussão dos fatos foi negativa para as exportações brasileiras, já que muitos países optaram por suspender a compra de carne brasileira até que os fatos sejam esclarecidos. Entre os parceiros comerciais que optaram pela suspensão estão União Europeia, China, Chile e Suíça. A Coreia do Sul, primeira a anunciar embargo aos produtos brasileiros, revogou a decisão no começo desta semana.

Fonte: Ac25Horas